ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

23 de abril de 2013

A DANÇA.




As lágrimas escorriam na face
Minha visão turva era de agonia
Sangrava o coração, então ela chegou
Com seu manto negro me chamou
Queria dançar comigo e levar-me daqui
Aceitei sua mão e com ela dancei
Flashes de minha vida como relâmpagos eu vi
A menina feliz de vestido de chitas pulava
E a figura de um menino também estava ali
Juntos passeavam de mãos dadas, era o amor
Mas a dama de negro tinha pressa em me levar
Queria ir, mas o menino me chamou de volta
Então vi uma luz branca e segui...
Era a vida tentando me resgatar 
E nesse fio de esperança segurei
E...Voltei. 

Angela Souza
   Imagem Google.



2 comentários: