ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

12 de julho de 2012

AMOR SECRETO.

                                        (BEM FELIZ, POIS TIVE A HONRA DE DIVIDIR VERSOS COM A GRANDE ATRIZ LUDMYLA MARQUES, OBRIGADA QUERIDA PLEO PRIVILÉGIO.)




AMOR SECRETO.

COLOCO MINHA MASCARA LÍRICA
TENTANDO DISFARÇAR A DOR DA ALMA
QUE AMA NO SILÊNCIO DOS MEUS LÁBIOS,
NA LEVEZA DO CORAÇÃO INSENSATO
NAS MADRUGADAS SOLITÁRIAS DO INVERNO
NA PUREZA DO NÃO ADORMECER, POIS POR ELE ESPERO.

VIVEMOS ESSE AMOR EM NOSSO PALCO SECRETO
OCULTO DO MUNDO LÁ FORA, SOMOS UM,
ENQUANTO TODOS DORMEM EM SEUS SONHOS,
SONHAMOS NOSSA LIBERDADE.
CONVENCENDO-NOS DE QUE O AMOR É MAIS QUE TOQUE
É ESPERANÇA, É SENTIDO, É PENSAMENTO.
FICAMOS JUNTOS TENTANDO MATERIALIZAR O QUE JÁ CANTAVA O POETA
“O MUNDO INTEIRO ACORDAR E AGENTE DORMIR”.

CLANDESTINO E SEM DESTINO, É NOSSO AMOR,
COMO O VENTO PAIRA NO AR, SEM DIREÇÃO.
SECRETOS EM NOSSA LIBERDADE DE QUERER,
AMAMOS-NOS, NOSSO CORAÇÃO ASSIM DESEJA...

NOSSO OLHAR SE BUSCA AO LONGE,
E AINDA QUE SEM SUA PRESENÇA FÍSICA
TOCO-LHE E SINTO-LHE TOCAR-ME
PELA ETERNIDADE POETICA QUE NOSSO AMOR NO SILÊNCIO REVELA.

MARI ANGELA e LUDMYLA MARQUES.



Foto: BEM FELIZ, POIS TIVE A HONRA DE DIVIDIR VERSOS COM A GRANDE ATRIZ LUDMYLA MARQUES, OBRIGADA QUERIDA PLEO PRIVILÉGIO.


     AMOR SECRETO.
 
COLOCO MINHA MASCARA LÍRICA
TENTANDO DISFARÇAR A DOR DA ALMA
QUE AMA NO SILÊNCIO DOS MEUS LÁBIOS,
NA LEVEZA DO CORAÇÃO INSENSATO
NAS MADRUGADAS SOLITÁRIAS DO INVERNO
NA PUREZA DO NÃO ADORMECER, POIS POR ELE ESPERO.
 
VIVEMOS ESSE AMOR EM NOSSO PALCO SECRETO
OCULTO DO MUNDO LÁ FORA, SOMOS UM, 
ENQUANTO TODOS DORMEM EM SEUS SONHOS,
SONHAMOS NOSSA LIBERDADE.
CONVENCENDO-NOS DE QUE O AMOR É MAIS QUE TOQUE
É ESPERANÇA, É SENTIDO, É PENSAMENTO.
FICAMOS JUNTOS TENTANDO MATERIALIZAR O QUE JÁ CANTAVA O POETA
“O MUNDO INTEIRO ACORDAR E AGENTE DORMIR”.
 
CLANDESTINO E SEM DESTINO, É NOSSO AMOR,
COMO O VENTO PAIRA NO AR, SEM DIREÇÃO.
SECRETOS EM NOSSA LIBERDADE DE QUERER,
AMAMOS-NOS, NOSSO CORAÇÃO ASSIM DESEJA...
 
NOSSO OLHAR SE BUSCA AO LONGE,
E AINDA QUE SEM SUA PRESENÇA FÍSICA
TOCO-LHE E SINTO-LHE TOCAR-ME
PELA ETERNIDADE POETICA QUE NOSSO AMOR NO SILÊNCIO REVELA.
                               
                                                                     MARI ANGELA e LUDMYLA MARQUES.

Um comentário: