ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

28 de julho de 2011

O AMOR.

Hoje atrevo-me a ariscar uns versos
tento tira-los do coração apaixonado
descrever o amor que tenho é difícil
fui pega de surpresa, num momento de desilusão

De repente vejo as luzes coloridas em poemas
a escuridão se dissipou ficando num tempo sem paz
abro a janela de minha alma e nela você está
tão presente e real...

Amar você é como a poesia que me acalenta
revigora meu espirito a cada dia e me eleva ao prazer
Embriagada em seu seu perfume me entrego
te envolvo em meu ser e embalo em meus braços

O amor em mim faz nascer o sonho sem dor
desperta a mulher completa e amante
receber seu amor é receber a vida, o ar, os versos
amar é saber estar junto sem estar preso...







Nenhum comentário:

Postar um comentário