ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

15 de junho de 2011

TRISTE POETA.

Calado o  poeta vive
na fusão de seus pensamentos
escreve versos com loucura
o mundo lá fora nada lhe oferece
suas angustias são uma constante
a tristeza secou suas lágrimas
tem um coração cheio de mágoas
seus versos são o reflexo da clausura
em que vive desde o passado que ficou
dentro de si trás o peso do amor traído
sangram as letras na pagina branca
colorindo com dor os versos melancólicos
no picadeiro da vida embala a poesia da alma negra...



Nenhum comentário:

Postar um comentário