ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

22 de maio de 2011

Só Palavras

Chora o tempo
aperta o peito
numa ânsia louca
quem sou e como sou
palavras soltas no ar
num labirinto do ser
explosão da alma
sufocada na dor
sem amarras
tenta ser livre
uma nova poesia
escrita sem dor
assim serei...



Nenhum comentário:

Postar um comentário