ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

4 de maio de 2011

Apenas as lembranças.

Apenas as lembranças restaram
o tempo continuou seguindo seu rumo
o vento soprando levemente anuncia o frio.

Apenas as lembranças envoltas em dor
persistem em voltar como uma marca profunda,
tento inutilmente esquecer, tudo em vão...

Apenas as lembranças do seu corpo junto ao meu
quando no calor de momento nos entregávamos
entre delírios de paixão e loucuras de prazer...

Apenas as lembranças doces do luar
iluminando as noites de nós dois, aquela música tocava...
Nada mais ficou comigo, nem fotos, nem calor, apenas frio...

Apenas as lembranças que como fantasmas
debocham do meu ser, que sofre sem você
fecho os olhos e deixo as lembranças me vencerem...



Um comentário:

  1. As lembranças nos acompanham aonde a gente for, as boas são benvidas, as tristes a gente teima em fugir delas, mas é impossivel.

    Boa noite, bjo

    ResponderExcluir