ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

5 de dezembro de 2010

Você.

Na aurora de minha vida
nasce um novo amanhecer
nunca estou no mesmo lugar
nem sei bem quem sou
mas quando acordo vejo você
sonho com flocos de neve
talvez uma nova tradução de minha vida
onde você surge tão repleto de sonhos
bebo o vinho tinto da paixão e em teu corpo
amanheço, em  teus cabelos crespos como um anjo caido
me enrolo sem nada saber, apenas que existimos
na forma de nuvens de algodão coloridos
demonstrando uma certa pureza de almas
seu amor me surpreende e invade com estilhaços no meu ser
como louca alucinada escrevo palavras ao léu...
Ser surpreendida por esse amor
nada mais é que ser toca pela criação divina
em forma de um homem especial na forma de poesias,
com versos de uma harpa de luz....

Nenhum comentário:

Postar um comentário