ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

8 de dezembro de 2010

TE EMBALAREI...

Quero te embalar dentro dentro de mim
afagar teu coração menino e sensível
como um novo despertar de sonhos
nesse momento em que o universo nos une em amor

Sou a menina mulher, que te acolhe nos seios
acaricia tua alma tristonha de tanta dor
beija-te o espírito aflito condenado a solidão
querendo libertar-te dessa prisão do vazio

Afago teus cabelos num carinho que te dou
no amor que te manifesto agora, aqui sem demora
sem pressa, só querendo te amar e doar meu ser
beijo-te a boca úmida e sedenta de querer

Sou a estrela vazia que te encontrou
perdida num mar revolto de pesadelos
agora te amo com todo ardor de minha alma
mesmo querendo fugir desse amor e loucura total

Nossos corpos unidos na dor e lágrimas
sentirão o prazer total dessa união
quero em seus braços desfalecer de prazer
e nos resgatar do submundo cruel dos falsos amantes

Te embalarei dentro de mim, tão suave
que parecerá uma canção de ninar
onde minhas mãos ao te tocar sentirão
o calor de seu corpo e toda vibração que dele emana

E você como Morfeu, embalará meu sono
e meu sonho será só de te amar
entre os lençóis da natureza mãe
espero o ZEFIRO  me buscar nesse vento de emoções




Te amar é o delírio dos deuses
Te ter um sonho que habita meu ser...





Nenhum comentário:

Postar um comentário