ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

9 de dezembro de 2010

SENTIMENTOS FERIDOS.

Morri em meus sentimentos de amor,
minhas emoções mutiladas não me deixam amar,
até meus versos são feitos de lágrimas
sinal de um mundo que passou em sofrimento,
tropeçando em pedaços de um coração vazio
rasgando meus sonhos em mil pedaços
como num lenço negro esfiapado,
meu coração rubro sangra gotas de dor...
Sou a mulher que dançou a triste valsa
no lago escuro do amor e agora perdida
como uma bailarina solitária sigo em frente,
busco encontrar a mão estendida para minha alma lavar,
resgatar a menina que sonhava, de dentro desse abismo
onde reside os sugadores de emoções...
Vêm enquanto é tempo para com a vida eu fazer as pazes
deixar as tristes noites frias e encontrar o sol da primavera...
talvez ainda eu possa ao amor encontrar, refazendo as feridas
que estão em carne viva dentro de mim...
Pode o amor dar uma nova chance?
Posso a ele encontrar e deixar entrar?
Acreditar novamente .....

Nenhum comentário:

Postar um comentário