ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

14 de dezembro de 2010

O TEMPO PERDIDO...

Pensei em dizer que te amo
Levar-te as flores que gostas
Abraçar-te longamente
Mas não tive tempo...

Pensei em tomar vinho com você
Afagar seus cabelos e rosto
Sentir seu corpo junto ao meu
Mas não tive tempo...

Dar longas risadas do nada
Adormecer em seus braços
Sentir seu calor e perfume
Mas não tive tempo...

Então me dei conta que o tempo
Estava passando e tirei um tempo
Para dizer que te amo e te levar
Flores e passear...

Mas cheguei no tempo de outro alguém
Agora na minha solidão ficou o tempo
De reflexão, coisas que não disse
O beijo que não dei...

Porque acreditei que o tempo
Eu saberia fazer e dele me apossar
Meu amor sempre iria me esperar
Até o tempo de nos amar...


Mas me perdi dentro de mim
Num tempo que você me amou
 Até que cansou de me esperar
Das promessas que te fiz...

Como culpar o tempo
Se na verdade fui eu quem
Do tempo se distanciou
Agora sofro a derrota do tempo perdido...

Aprendi que nunca devemos
Perder tempo, para viver o amor...


Nenhum comentário:

Postar um comentário