ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

6 de dezembro de 2010

ESQUECER.

Minhas lágrimas
silêncio de um ser
onde busco esquecer
as marcas do meu estúpido querer
esmagou meu coração
e traiu minha alma
odeio amar você
mas está grudado em mim
como uma praga na folhagem
como limo na pedra
como mofo nas paredes
é o amargo que dói
o escuro do meu dia
acorrentou-me no sofrer
minha mente cambaleia
entorpecida de dor
anestesiada se deixa
esquecer....

Nenhum comentário:

Postar um comentário