ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

7 de novembro de 2010

Sentir.

Hoje está tão forte
que sinto em cada
batida do meu coração
um descompasso,
somos companheiras
de tantos momentos
agora ela vive forte
me faz dormir em
berço de lágrimas,
olhos com neblina
numa noite fria
onde no céu não há estrelas
sinto estilhaços no peito
minhas mãos buscam o amor
a boca geme em dor....
cinzas cobrem a alma
me sinto pequena e delicada
como uma borboleta
na imensidão da solidão...


Nenhum comentário:

Postar um comentário