ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

11 de novembro de 2010

MULHER.

Delicadeza em versos
suas peles perfumadas
repletas de sonhos
com seios rosáceos

 amamentam com paciência,
 profundeza de sentimentos
seus delírios em forma de amor
contém a seiva especial

seus vestidos vermelhos em festas
em suas faces maquilagem diversas
são disfarces perfeitos da dor
das agonias vividas na pele

Nas tempestades da vida
buscam seu amor na entrega completa
deixam o prazer chegar, a pele arrepiar
a mulher se renova no amor....

criam raízes profundas
se transformam como as borboletas
na noite mariposas dançam
a sinfonia da vida em notas perfeitas...
 Ser mulher é flutuar em versos...



Um comentário: