ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

21 de novembro de 2010

DESEJOS.

Ela desejava ele
Ele queria beija-la
seus corpos se chamavam
o encontro aconteceu
o desejo explodiu
pele com pele
misturando seus perfumes
bocas imersas no prazer
delírios de paixão a acontecer
corpos suados num amor
pleno e profundo...
tudo marcado pelo
deliciosos silêncio do depois.


Nenhum comentário:

Postar um comentário