ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

15 de outubro de 2010

Sonho de Dor.

Sonhei e me vi vestida de rubro
rodeada de papoulas vermelhas
eram um brinde ao amor perdido
saboreando o pesadelo de tua partida.

Deliro dessa noite tão longa e vazia
com a mágoa torturante derramada
em sonhos e lágrimas frias
desejei a salvação antes de adormecer


Então sonhei com o vermelho
das flores em símbolo da dor
mascarando o sangue de minha alma
dolorida em prantos alucinados

Me aprisiona a angustia desse amor
que longe se colocou, meus gritos
meus murmúrios de minha alma moribunda
sufocam a esperança e em sonhos eu sofro

A dor que me acaricia durante
mais um dia.....
    ANGELA SOUZA.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Que seja um sonho de dor! Mais triste que um sonho de dor é não ter sonhos.Nem em preto,nem em branco,nem em rubro nem nada...Sem sonhos estamos como que em sepulcro.Teu verso é sempre especial,Angela.E você é uma pessoa especial!Baci,linda(o primeiro comentário saiu cortado)

    ResponderExcluir