ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

17 de outubro de 2010

Me encontrei.



Andava pelas ruas vazias
deixei meu corpo cair
no banco triste da praça deserta
o vento soprava em meu rosto
naquele dia cinza de domingo
deixei a solidão invadir minha alma
me entreguei em seus braços
flutuei na imensidão de meu ser
as lágrimas queimavam meu rosto
me encontrei comigo mesma
e dentro de mim estava
o amor de um ser distante
a tristeza me invadiu
e dela me aproveitei
nesse momento de reflexão
tão profundo me encontrei...
  ANGELASOUZA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário