ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

31 de outubro de 2010

LOUCO QUERER.

O meu querer é completamente insano
Dentro de esse ser insone, que em delírios
Vive a cor de todo o ser...
De todo o amante apaixonado
Que em gritos delira de amor
Que sorve a seiva do amanhecer
Em busca de um novo florescer...
Do amor que dentro está de
Cada ser, da loucura de um viver
Intenso e delirante, com arrombo
De uma louca que habita em mim
Que me faz feliz... Que me faz querer...
Viva a demência de meu ser... A loucura
De viver... Desse insone... Insano e louco querer... 


Nenhum comentário:

Postar um comentário