ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

12 de outubro de 2010

Alma vazia.

Minha cabeça vagava
no escuro de sua alma vazia
encontrei o oco de um ser
repleto de preconceitos
consigo mesmo e tudo,
dentro de seu mundo
tão pobre de afeto
você o maioral de si próprio
julgava e condenava sem dó,
até que se encontrou de frente
com o meu ser, tentou ler não soube entender,
decifrei você e manipulei sua bula pobre
de componentes sentimentais
um anjo negro deficiente de amor,
preso a minha alma sem nem mesmo o saber
um ser preso em seu próprio espelho
de alma silenciosa e vazia...
  ANGELA SOUZA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário