ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

21 de setembro de 2010

Palavras ao vento.

Busco palavras ao vento
reprimo sentimentos,
no vazio interior,
escrevo versos tristes
demonstrando meu tormento,
aniquilamento de meu ser
diante desse querer
louco e alucinado,repito palavras,
esqueço o tempo,viajo em mim
que triste fim,ficar assim
preso a um sentimento ruim.
Quem dera ter a leveza da alma
dos seres amantes envolto em seus
desejos apaixonados na volúpia
do momento...
Mas estou aqui a desejar, querendo
e fico pensando quais as palavras usar
sem repetir ou mesmo desanimar...
Palavras ao vento continuo a buscar..

Nenhum comentário:

Postar um comentário