ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

10 de agosto de 2010

Noite.

Noite sublime,em sonhos e versos
poemas e flores,no cheiro da vida
na busca constante dos seres amantes
o brilho das estrelas contemplam
iluminam e trazem a destreza desse
amor, envolto em rosas perfumadas.
Neblina da noite,dos lobos vorazes
mistérios envolventes criados na mente
viagens em pensamentos até o azul do mar
banhando poesias em um manto de amor
maresia de sonhos,na noite profunda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário