ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

1 de agosto de 2010

Esboços.

Sombras do tempo
ensaios da vida
no presente saudades
de esboços inacabados
partidas e chegadas
no vai e vem de um agora
na estrada dessa vida
larga e a deriva sem
rumo ou curso,só indo
a procura de um encontro
desse ser demente e carente
na loucura de uma busca
contra o tempo e a hora
que passa intempestadamente.
Marcas de sonhos,tão inacabados
como cada linha de meu esboço,
completar cada vírgula,cabe apenas
ao poeta e mais ninguém...

Nenhum comentário:

Postar um comentário