ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

11 de agosto de 2010

Assim fiquei.

Amanhece novamente
o sol surgiu sorrindo
li meus poemas prediletos
escutei nossa canção de amor
"Sou você",Caetano vibrou.
Me vesti de versos e prosas
no palco atuei,dancei.
Troquei minhas vestes
deixei meu sorriso
a realidade voltei,
estampei a tristeza
que você deixou ao partir
sem remorso de me ferir
troquei a música,o violino
com acordes tristes,lembrou
os momentos que em mim ficou,
no farol da Bahia,você nem pensou
que meu sonho acabou,negro como um manto
meu sol ficou....

Nenhum comentário:

Postar um comentário