ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

17 de julho de 2010

Vejo.

Vejo os jovens
caminhando pela vida
vejo sonhos de uma infância
perdida,outrora tão sofrida
vejo o futuro grisalho
alegrando sua vida
vejo o amadurecer de homens
e o crescer de mulheres
vejo em mim, liberdade
dos tempos de agora
vejo meus versos
como expressões de meu ser
vejo a poesia dentro de mim nascer
vejo chegar o meu amadurecer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário