ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

18 de julho de 2010

Inspiração.

Noites de chuva
coaxar dos sapo
inverno intenso
o frio lá fora
e aqui dentro
inspiradas as
letras se movem
com tamanha rapidez
pintando palavras
deixando sonhos
liberando emoções
cantando valsas
do poeta a amar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário