ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

10 de julho de 2010

Dança.

No embalo dos corpos
música ao fundo
sonhos se fundem
emoções afloram
paixões nascem
amores florescem
no fluir da dança
somem as aflições
em incisivas e suaves
notas musicais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário