ESCREVER É UM VÍCIO QUE NÃO QUERO CURAR NUNCA.

28 de março de 2010

Acreditar.

Sinto que as pessoas as vezes não conseguem viver sem mentiras,procuram enganar e fazer com que acreditemos nelas de qualquer maneira.Mentem seu reais sentimentos,suas verdadeiras intenções,tentam sempre tirar vantagens em tudo e quando encontram alguém sincero acham um prato cheio pra iludir,como se sinceridade fosse burrice,ingenuidade tolice.Fico indignada com isso,pois acredito que devemos ser sempre nós mesmos,é como no amor li algo interessante sobre isso"a gente expulsa o amor se abre mão da nossa força",deixar de ser o que somos não dá,não acreditar mais é muito negro,quero acreditar mesmo que continue me machucando por fazer isso com pessoas dúbias.Enfim não quero olhar para trás e ver que minha vida foi uma grande fraude.
Não posso expulsar o amor por renegar a mim mesma em seu nome,então esperarei até ele chegar leve,delicado e intenso na forma de um ser verdadeiro e intenso como eu,que com certeza não abrirá mão de si em nome do amor,mesmo o amor sendo entrega mas é uma entrega de emoções e não de sonhos,dividir sim,sufocar não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário